Aprimorado cronograma de entrega do Pró-Pão

Para oferecer um serviço com ainda mais qualidade, a Prefeitura de Uberlândia realizou mudanças no cronograma de entrega do Programa de Aquisição e Promoção do Abastecimento de Produtos a Preços Subsidiados – Pro-Pão. A medida é fruto de um planejamento para incluir mais bairros e aprimorar a logística de entrega dos mantimentos.

A partir de 1º de abril, os bairros do setor sul de Uberlândia receberão as cestas na primeira semana de cada mês. Alguns bairros da zona leste (Aclimação, Ipanema, Dom Almir e Morumbi), que recebiam as cestas na primeira semana de cada mês, passam a contar com as entregas na segunda semana.

Já a região norte contará com o benefício também durante a segunda semana, enquanto a região central será contemplada todo dia 15. Por sua vez, os bairros do setor oeste terão as cestas na segunda quinzena de cada mês.

A secretária municipal de Agropecuária, Abastecimento e Distritos, Walkiria Naves, explica que a mudança ocorreu devido à inclusão dos dois novos bairros (Pequis e Monte Hebron) no programa. “A reorganização foi feita com base em uma análise criteriosa. Essa alteração foi necessária para que tivéssemos um planejamento de entrega melhor, otimizando o tempo de entrega à comunidade e gerando economia de combustível”, afirmou.

Novos bairros

Os bairros Pequis e Monte Hebron, ambos na zona oeste da cidade, passarão a receber as cestas do Pró-Pão a partir de maio. No Pequis, a entrega do benefício será feita em dois endereços e duas datas diferentes. A primeira acontecerá todo dia 17, na rua Batuíra, ao lado da Escola Municipal Professora Amenaí Matos. Já a segunda entrega será sempre no dia 29 de cada mês, na rua Cachorro do Mato, em frente à Escola Municipal Professora Margareth Guitarrara Crozara.

No Monte Hebron, as entregas das cestas acontecerão também no dia 17, na rua Marco Urquiza Cavalcanti, em frente à Escola Municipal José de Souza Prado.

Alimentação de qualidade

A cesta do Pró-Pão possui dez itens de alimentação, incluindo 5 kg de açúcar, 15 kg de arroz e 3 kg de feijão. Há ainda óleo de soja, extrato de tomate, fubá, macarrão, farinha de mandioca, café torrado e sal refinado. Também estão inclusos quatro itens de higiene pessoal.

Entre os critérios para ter direito ao benefício, é necessário ter renda familiar (formal ou informal) equivalente a, no máximo, dois salários mínimos. Os quase dois mil beneficiários são cadastrados e credenciados junto à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação. Eles são recadastrados anualmente, conforme o decreto municipal 12.792, de 20 de abril de 2011.

Prefeitura de Uberlândia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *