Indígenas recebem equipamentos para TV Digital

A Patrulha Digital visitou a Casa de Saúde Indígena Yanomami (CASAI), em Boa Vista (RR), e instalou os kits digitais para que os pacientes em tratamento possam continuar assistindo televisão após o desligamento do sinal analógico, previsto na região para o dia 14 de agosto.

A Casa de Saúde tem capacidade para atender até 500 pessoas e conta com alojamentos, quartos e cozinhas adaptadas às necessidades indígenas. No espaço, os indígenas contam com atendimento médico, de enfermagem, acompanhamento psicológico e ações de assistência social.

“Um dos entretenimentos dos indígenas que estão aqui é assistir televisão. Juntamente com os voluntários da Patrulha Digital, viemos instalar os equipamentos para que eles continuem assistindo aos programas preferidos, agora com um sinal muito melhor”, afirma o diretor de Projetos Especiais da TV Globo, André Dias.
A tribo Yanomami vive na fronteira entre o Brasil e a Venezuela. A estimativa é que cerca de 30 mil índios estejam na região, considerada o maior território indígena coberto por floresta em todo o mundo, com cerca de 9 milhões de hectares.

Além de Boa Vista, outros 20 municípios das regiões Norte e Centro Oeste terão o sinal analógico desligado na mesma data, entre eles, as capitais Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Palmas (TO), Macapá (AP), Campo Grande (MS) e Cuiabá (MT).

O sinal digital irá beneficiar cerca de 4 milhões de pessoas nessas duas regiões.

Para que o fim das transmissões analógicas ocorra, é necessário que pelo menos 90% dos domicílios das cidades estejam preparados para receber o sinal digital. Pesquisas serão realizadas em datas próximas ao desligamento para confirmar o índice, determinado em portaria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

ABERT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *