Superprodução musical vai homenagear Nossa Senhora Aparecida

A peça é escrita pelo dramaturgo e roteirista Walcyr Carrasco, o mesmo autor da novela ‘A Padroeira’, e tem direção e coreografia de Fernanda Chamma, conceituada por grandes produções musicais no Brasil e no exterior.

A produção com estreia prevista para março de 2019, conta com mais de 150 pessoas envolvidas na equipe técnica e produção, cerca de 30 atores, cantores e bailarinos e uma moderna tecnologia para apresentar os cenários que irão retratar a história da Mãe Aparecida desde o encontro da imagem no rio Paraíba do Sul, os seus milagres, as basílicas velha e nova a quebra da imagem em 1978 , o retorno após a restauração e o crescimento da devoção.

“Para fazer a dinâmica do espetáculo iremos usar muita tecnologia com projeções, como projeção mapeada, efeitos de luz, tudo isso para fazer com que o espetáculo tenha um encantamento e consiga passar para a plateia toda a magia e a força dessa história tão importante”, explico o diretor de vídeo-Cenário, Richard Luiz.

Essa história muito conhecida pelos devotos pretende com espetáculo, emocionar e encantar todos os que tiverem a oportunidade de assistir a produção que será apresentada no Teatro Bradesco, no Shopping Bourbon em São Paulo.

Segundo a diretora Fernanda Chamma todo o musical está sendo construído de forma muito minuciosa, para que seja um espetáculo verídico, ela ainda ressaltou o peso de dirigir um musical escrito por Walcyr Carrasco. “É um desafio ter um texto da grandiosidade de Walcyr Carrasco, que pela primeira vez está escrevendo para o teatro musical que é a minha área. Eu pretendo acrescentar com a minha experiência, com a minha dedicação e o meu amor.”

A produtora responsável pela idealização do projeto, Maria Eugenia Malagodi, explica como a ideia da peça foi ganhando forma, afirmando que é muito devota de Nossa Senhora Aparecida e que esse especial nasce com o desejo de homenagear a Padroeira do Brasil.

“Quando começaram os movimentos das comemorações dos 300 anos em 2015, eu como produtora e consultora de leis de incentivo a cultura, pensei: Meu Deus fazem musical de todo mundo, porque a gente não conta essa história linda no palco do teatro?”. A partir disso, Maria Eugênia apresentou a ideia ao Santuário, na época dom Darci Nicioli era o Arcebispo de Aparecida, que a incentivou e autorizou a produção.

Dentre todos os detalhes que estão sendo estudados para a montagem da peça, a musica é o carro chefe de toda a produção. Durante o espetáculo uma média de 20 canções inéditas serão encenadas, todas preparadas especialmente para contar a história de Nossa Senhora Aparecida.

“Nesse processo de criação do musical, o Ricardo Silvério está fazendo as letras e depois eu vou fazer as melodias, a maior parte das canções falarão sobre os milagres, trazendo o clima daquela história, eu penso em usar bastante desse efeito sonoro que a gente ouve dentro de uma catedral”, descreveu Carlos Bauzys, diretor musical.

Como parte das pesquisas para a peça, uma equipe de 11 pessoas, esteve no Santuário de Aparecida na última quarta-feira, dia 20, para uma visita técnica com um tour guiado pela Basílica, acompanhados pelo reitor do Santuário, Padre João Batista de Almeida e a historiadora e assessora em monitoria histórica do Santuário, Zenilda Cunha.

Fonte: Santuário Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *